Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Notícias

Notícias

Notícias deste site

Edição histórica

Meio século da Unidade Assistencial Dona Aninha. Edição especial sobre a história e o trabalho de amor, caridade e solidariedade do GEB, iluminando vidas na Vila Brasilândia. Faça o download acessando a aba Batuíra Jornal, neste site. Saiba mais.

Gratidão ao idealizador do GEB

Fundador e grande instrumento que a Espiritualidade se utilizou para fundar o Grupo Espírita Batuíra, Spartaco Ghilardi completaria 107 anos de idade neste 12 de maio. A família batuírense lembra dele com muita saudade e gratidão. Saiba mais.

 Na foto central, Spartaco e sua esposa Zita Ghilardi, flagrante colhido durante uma distribuição semestral na Brasilândia.

Spartaco Ghilardi nasceu no dia 12 de maio de 1914, na província de Viareggio, região da Toscana, costa Atlântica, no sul da Itália. Seus pais - imigrantes italianos - residiam em São Paulo, quando em 1914 retornaram à terra natal, para rever parentes e amigos, com previsão de breve permanência. Sua mãe viajara grávida. Com a eclosão da guerra, Spartaco terminou nascendo no continente europeu.

Na sua trajetória mediúnica, costumava participar de reuniões privativas em casas de amigos. Nessas reuniões, quando inspirado pelos Benfeitores Espirituais, dava orientação para fundar centros espíritas. Foi em uma reunião espírita realizada, em sua casa, na Rua Rosa e Silva, em S. Paulo, que veio a orientação da Espiritualidade Maior para que fosse edificada uma instituição espírita, regularmente constituída, pois a mesma já existia no mundo espiritual havia 80 anos. Nascia assim, em 15 de janeiro de 1964, o Grupo Espírita Batuíra.

No dia 29 de outubro de 2004, às 13h20,  no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo, aos 90 anos de idade, Spartaco Ghilardi, um dos maiores médiuns deste País, retornou à pátria espiritual, deixando uma grande lacuna no meio espírita e muita saudade entre aqueles que lhe compartilharam a presente encarnação. .

Curso prepara jovens para o mercado de trabalho

O Senac fará curso on-line para preparar jovens de 14 a 21 anos de idade para encarar o mercado e buscar uma colocação ou profissão, equilibrando seus desejos e necessidades com as oportunidades. Saiba mais!

Um facho de luz a iluminar vidas

O novo símbolo da unidade Brasilândia traz a figura de um farol emitindo um facho de luz e o slogan: iluminando vidas há 50 anos. A apresentação do novo código visual fez parte da programação das festividades do cinquentenário da Unidade Assistencial Dona Aninha, comemorada no dia 24 de abril último.

 

Tem o farol, em nossos mares, a função de emitir um facho de luz que guia a navegação das embarcações na escuridão da noite, as protegendo contra eventuais obstáculos, os rochedos e as pedras, assegurando ao navegante um velejar seguro.

A inspiração para adotar este código visual veio da constatação de que a nossa Unidade se encontra no ponto mais alto da Vila Brasilândia. Conta-nos Luiz Mello, diretor da unidade, que o Sr. Spartaco Guilardi sempre se referia a ela como um farol que clareia, ilumina e acolhe toda a Brasilândia e seu entorno. Batuíra, de modo igual, nos ensina, simbolicamente, que as pedras haverão de se juntar. E no Evangelho de Jesus há a lição das pedras do caminho, que são as dificuldades de nossa vida.

Assim nasceu a inspiração de se usar este signo como uma metáfora: a nossa Unidade da Vila Brasilândia, por suas várias atividades, ilumina, com seu facho de luz, o caminhar das pessoas para uma vida melhor.

Como unidade assistencial combatemos a fome e a miséria. Fornecemos alimentos e roupas. Alimentos garantem a vida das pessoas e as roupas, não só protegem do frio e proporcionam conforto, como dá, igualmente, dignidade ao ser humano ao se apresentar.

Os vários cursos profissionalizantes que promovemos aos assistidos representam um novo degrau para alavancar uma profissão, os encaminhando para uma ocupação, um emprego, que significa ajudar suas famílias alcançar melhor renda, que por vezes é até inexistente.

Proporcionamos, também, o alimento da alma, que fortalecem os vínculos entre as pessoas e seus familiares... somos um verdadeiro farol a clarear caminhos, de forma a evitar tropeços nas pedras... com nosso trabalho, há 50 anos procuramos melhorar e iluminar vidas...

A produção visual do novo logotipo é de autoria de José Fernando Andrade, a quem agradecemos, de coração.

Comemoração pela Web

A celebração do cinquentenário da Unidade Assistencial Dona Aninha de Vila Brasilândia foi virtual, com a transmissão de uma “live” pelo canal do GEB na internet. Foi um momento de muita alegria e enorme emoção. Saiba mais.

Queríamos estar todos juntos, presencialmente, no dia 25 de abril na Unidade Assistencial Dona Aninha, em Vila Brasilândia. Como sempre fazíamos, nesta festiva data. Cumprimentos, abraços e sorrisos. Entoarmos juntos, de mãos dadas, a Canção da Alegria Cristã, de Leopoldo Machado, a preferida do casal Spartaco e Zita Ghilardi, quando ainda estavam encarnados entre nós. Degustar um pedaço de bolo preparado pela nossa padaria, ao final do encontro. Afinal, a festa presencial seria pelos 50 anos de existência, desde o lançamento da pedra fundamental em uma manhã fria de 25 de abril de 1971.

Contudo, a festividade teve de ser virtual, em razão das restrições sanitárias do momento em que vivemos. Mas, nem por isso foi menos festiva e recheada de emoções. A transmissão de uma live pelo canal GEB da internet realizada na véspera reviveu sentimentos guardados em nossa memória afetiva.

Conduzida pelos diretores do GEB José Carlos Zaninotti e Simone Queiroz, a live reuniu Ronaldo Lopes e Sonia Lopes, ele presidente do GEB e ela diretora do Centro de Educação Infantil da Brasilândia, Geraldo Ribeiro, primeiro vice-presidente, Luiz Mello, segundo vice-presidente e diretor da Unidade Dona Aninha, Cláudio Luiz de Florio, primeiro tesoureiro e Tânia Cavalcante, assessora doutrinária daquela unidade. No apoio da transmissão estiveram Elias de Souza Neto, diretor adjunto da unidade da Caiuby e Jorge Crypko, segundo tesoureiro e ambos membros da comissão de TI da Casa. A prece inicial foi feita por Sonia Lopes, diretora da CEI.  

As entrevistas, permeadas pela exibição de imagens do passado e atuais, retrataram a história do cinquentenário da Unidade desde o seu princípio. Claudio Luiz de Florio, que participou da comissão de marketing da construção criada à época, sob a liderança de Douglas Bellini, contou como conseguiram recursos financeiros com a venda de um terreno em Atibaia, doado por um benemérito.

  

             Claudio Luiz de Florio                                        Geraldo Ribeiro                                           Luiz Mello

Luiz Mello, diretor atual da Unidade, com riqueza de detalhes, narrou o intenso trabalho realizado desde a sua inauguração até os dias de hoje e a adaptação aos novos tempos, em razão da pandemia, para dar continuidade ao acolhimento dos assistidos, principalmente transformando a sopa diária em uma marmita fraterna e a distribuição mensal de centenas de cestas básicas à população carente do bairro.

Coube ao diretor de doutrina Geraldo Ribeiro falar sobre o alimento da alma que o GEB proporciona aos assistidos. Ele ressaltou que ao lado atendimento assistencial, a atividade doutrinária sempre esteve presente, começando com a implantação da Escola de Moral Cristã conduzida pela Sra. Vanda Nascimento dos Santos. Outras atividades foram se agregando e se expandindo, reunindo hoje os trabalhos de desenvolvimento mediúnico, fluidoterapia, palestras públicas, a UTE, inclusive com a implantação de uma biblioteca circular, que oferece uma variedade considerável da literatura espírita para estudo.

Ronaldo Lopes, presidente do GEB, por sua vez nos conduziu a uma viagem ao tempo. utilizando como veículo o pensamento e fazendo um verdadeiro exercício de memória, lembrando dos bravos pioneiros que construíram a história da unidade da Vila Brasilândia. Ronaldo, ao citar cada pessoa envolvida, a começar por Spartaco e Zita Ghilardi e os demais precursores, conseguiu que cada internauta refletisse imagens em sua memória e pudesse se deslocar e locomover no tempo, vivenciado a história da unidade, que representa um verdadeiro farol a iluminar vidas. Na foto ao lado, Ronaldo e Sonia Lopes.

         

Emoção redobrada

Os destaques emotivos da live ficaram por conta dos depoimentos gravados por fundadores, voluntários e alguns assistidos.

  

            Lena S. O. Berezowsky                                             Roberto Tadeu Pereira                                  Rogério Franco

Lena Suzana Oliva Berezowsky, uma das fundadoras do Grupo Espírita Batuíra, relembrou o trabalho que desenvolveu junto de Dona Aninha em Brasilândia, incluindo a organização do dispensário de medicamentos. Participar dos primórdios de trabalho em Vila Brasilândia foi muito gratificante. Chegar lá já era uma aventura, porque além de longe, não havia avenidas, ruas asfaltadas. As casas eram feitas de madeira, o local era muito ermo e fazia muito frio naquela época, disse ela.

A declaração de amor de Hermenegildo Antonio Pastori, que estava acompanhado de sua esposa Dinorah, outro fundador e voluntário em várias funções na unidade doutrinária, inclusive atual coordenador da reunião de educação e desenvolvimento da mediunidade, arrancou lágrimas dos internautas. “Brasilândia você é meu coração, minha vida. Exemplo vivo para todos os espíritas da Caiubi e do GEB. Agora são 50 anos de existência. Serviu para mim e continua servindo como exemplo vivo de trabalho, solidariedade e fraternidade para todos os necessitados,” complementou.

Rogério Franco, coordenador do trabalho da sopa diária, contou que sopa fraterna tem uma missão importantíssima dentro do GEB. Ela acaba sendo muitas vezes a porta de entrada dos assistidos, que vem em busca da sua única refeição. Nós sabemos que mais do que uma rica e quentinha sopa saborosa, o ingrediente mais importante é o amor que todos nós colocamos naqueles panelões e caldeirões todos os dias. Sempre auxiliados pelos nossos guias e mentores espirituais. Por isso, fazer parte da sopa para mim é motivo de muito orgulho, por saber que estamos dando continuidade a um trabalho que começou lá em 1969. É também motivo de muita responsabilidade, pois sabemos da urgência e importância de cada prato de sopa na vida de nossos assistidos. E igualmente motivo de grande realização pessoal por poder ajudar e contribuir pelo caminho escolhido pelo Batuíra e pelas muitas amizades construídas nesses anos todos.

Outro depoimento foi de Roberto Tadeu Pereira, que foi aluno do curso profissional de panificação e hoje é seu professor. “Este curso de panificação foi um divisor de água para mim, onde eu voltei a estudar e hoje em dia eu tenho uma profissão. Com esta profissão, afirma Roberto, eu tenho ajudado a muitas pessoas a ter uma ocupação, que representa dignidade na vida. O Batuíra, aqui na comunidade, é um grande exemplo de amor, de luz, oferecendo muito carinho a todos os que o procuram.   

De ex-assistida à voluntaria no GEB

A ex-participante do programa Família Assistida e hoje voluntária do grupo de atendimento jurídico do GEB, a advogada Maristela Ferreira disse que após o período da assistência, quando a sua família se encontrava em uma situação melhor, passou a ser voluntária do mesmo programa Família Assistida, atuando na equipe de visitação. “Eu entrei no curso de direito. Como estagiária, integrei-me ao grupo jurídico da Casa. Após minha formatura, há aproximadamente um ano e meio, continuo fazendo parte do grupo jurídico, como voluntária. O Batuíra mudou a minha vida. Muito mais de assistência material, ele me proporcionou uma assistência espiritual e moral, não só a mim como para a minha família, uma base, uma estrutura para que nós pudéssemos passar por todas as adversidades de nossa vida da melhor forma possível.”

Mãe e filhos: acolhidos pela creche

Sabrina Cristina Ferreira, 29 anos, mãe de 4 filhos, contou sobre o acolhimento que encontrou  para ela e seus filhos na creche. Disse que quando ela  era ainda criança frequentou o GEB até os seus 5 anos, idade limite para a criança permanecer na creche. “Naquela época, eu tive atendimento médico, dentista, participei das festas de dia das crianças, tudo o que eles podiam fazer pelas crianças, eles faziam. Hoje, são os meus trigêmeos que frequentam a creche e recebem o mesmo atendimento que eu tive. Participei, também, do programa da Família Assistida, que foi muito bom. O Batuíra ajuda muitas famílias, ajudou a mim e ajuda hoje aos meus filhos, pois as professoras e a diretora continuam a nos tratar com o maior carinho... então eu amo o Batuíra,” declarou ela.

As surpresas

Luiz Mello prestou uma merecida homenagem ao pioneiro e desbravador Douglas Bellini, impossibilitado de estar presente e de gravar um depoimento para a live, em razão de recuperação de sua saúde. Luiz disse que as cores que Douglas colocou e coloca em nossa história do GEB são imprescindíveis, não só para a unidade de Brasilândia, mas para todas as outras iniciativas que eu vi nascer por seu intermédio.

  

É uma pena ele não estar fisicamente neste programa, mas tenho certeza que este ano vamos comer juntos um bolo lá na Brasilândia. Deixo aqui a minha declaração de amor: eu amo o Douglas, ele nos ajuda e nos ajudou em muito como amigo, como irmão, ombro a ombro, em todos os momentos difíceis, até como pai, naqueles momentos que a gente precisa chorar um pouquinho... tenho a certeza que toda a família batuirense tem essa relação de amor com ele, comentou emocionado.

A segunda surpresa foi o lançamento do novo logotipo de Brasilândia. que é um farol estilizado a clarear o bairro com a frase: iluminando vidas há 50 anos.

A terceira foi a apresentação de um vídeo que foi um verdadeiro passeio pelos 50 anos de história da Unidade Dona Aninha, mostrando como a casa está a todo vapor, mesmo respeitando as restrições sanitárias, feito esta semana pela Perla Gonsalez e o Cassiano Passos voluntariamente e especialmente para a ocasião.  A prece final, muito emocionada, foi feita por Tânia Cavalcante, assessora de doutrina na Brasilândia.

Bolo

Para festejar, o casal Ronaldo e Sonia, junto da filhinha Puppy, fizeram questão cortar um bolo e cantar os parabéns pelos 50 anos da Unidade Assistencial Dona Aninha, verdadeiro facho de luz que ilumina toda a Brasilândia.

 Assista ao vídeo completo

O vídeo, com a gravação completa da live, está disponível neste site. Entre no canal web do GEB (na home, clique em palestra ao vivo e acesse o conteúdo "50 anos em Vila Brasilândia").

O link para acesso é https://www.youtube.com/watch?v=Ddo_KUAKXsg

Cinquentenário da Unidade da Brasilândia

Cinquenta anos de trabalho assistencial em Vila Brasilândia e em seu entorno. Para lembrar a data do lançamento da pedra fundamental no bairro, foi realizada uma live pelo canal web do GEB, onde não faltou muita emoção ao reviver a história e o trabalho da Unidade Assistencial. Saiba mais.

Spartaco Ghilardi, diretor de doutrina do GEB, no ato do lançamento da pedra fundamental  em 1971, na Brasilândia.

A pedra fundamental para a construção da Unidade Dona Aninha foi lançada no dia 25 de abril de 1971, às 10 horas, na colina descampada da Vila Brasilândia.

O dia amanhecera nublado e muito frio. Não era uma tarefa fácil chegar-se àquele local ermo, pois não se tinha avenidas e muito menos vias pavimentadas. O local escolhido ficava em um ponto alto e, portanto, sujeito à temperatura baixa da São Paulo do século passado.  

   

Prof. Apolo Oliva saudando o momento         Spartaco agradecendo a confiança.         Douglas Bellini e a pedra fundamental

O chão da Brasilândia recebia naquele instante um verdadeiro grão de amor e de fraternidade. Lançava-se ali a semente que iria germinar e se transformar em uma obra que protege e ilumina vidas. Ao depositar a pedra fundamental naquele solo, materializava-se o sonho de pioneiros do bem como Spartaco Ghilhardi, Apolo Oliva, Douglas Bellini, Savério Lattore, Dona Aninha, Dr. Reinaldo Busch, Hildebrando Vieira, Hermenegildo Pastori, Angelo Pagotto, Ulisses Martins, Claudio Luiz de Flório, entre tantos outros abnegados companheiros.

  

 Não foram poucas as vicissitudes enfrentadas até inaugurar o complexo no final do ano de 1974. Desde os entraves burocráticos e legais até os financeiros, que ao longo do tempo foram se acomodando, graças à pertinácia dos dirigentes da época, obstinados que estavam em concluir a obra, contando sempre com o inestimável apoio da espiritualidade.

O prédio da complexo assistencial sendo levantado em Brasilândia.

De 1971 até 1974, quando o prédio ficou finalmente pronto e entregue para uso dos assistidos, uma verdadeira saga foi travada para dar existência real ao complexo assistencial.

50 anos depois, o trabalho prossegue, com a mesma disposição e ritmo de sempre. Enormes desafios foram vencidos para chegar à atual configuração da Unidade Assistencial em Vila Brasilândia.

A mais recente foi obra de ampliação entregue no dia 25 de abril de 2019. Um novo prédio, com três pavimentos, onde os assistidos e os frequentadores terão novas acomodações para as atividades da Casa. 

A obra social se expandiu. O aprendizado real do ensino de Jesus continua sendo exercido diariamente. Desde a sopa fraterna, hoje transformada em marmita fraterna, em razão da pandemia do coronavírus –  a distribuição semestral, o programa de cestas básicas, a família assistida, o atendimento maternal e a gestante, o atendimento na área da saúde e de odontologia, o centro de educação infantil – a creche, os cursos profissionalizantes mais diversos, a padaria, o serviço de orientação jurídico-fraterna, o novo programa Brasa Mais – aprender brincando,  são muitas as ações  permanentes desenvolvidas na Unidade.

Igualmente, o alimento da alma também se faz presente nas práticas da Unidade: o curso básico de espiritismo, o centro de orientação, estudo e educação mediúnica - COEEM, os passes, a reunião mediúnica, a palestras públicas, a fluidoterapia, a unidade de terapia intensiva – UTE estão entre as dinâmicas ensinadas pela Doutrina Espírita.  

Douglas Bellini, atual presidente do conselho de administração do GEB e um dos pioneiros de 1971 carinhosamente resume assim a unidade da Brasilândia: “é um cantinho de amor, onde se pode vivenciar e praticar o Evangelho de Jesus. Acolhe, instrui, educa e prepara os assistidos para a vida em comunidade. É um verdadeiro tesouro, sempre foi e sempre será.”

A live foi apresentada pelos diretores José Carlos Zaninotti e Simone Queiroz e contou com a participação de Ronaldo Lopes, presidente do GEB, Sonia Lopes, diretora do Centro de Educação Infantil, Geraldo Ribeiro, primeiro vice-presidente, Luiz Mello, segundo vice-presidente e diretor da unidade da Brasilândia, Claudio Luiz de Flório, primeiro tesoureiro, Tania Cavalcante, assistente doutrinária da Brasilândia. O apoio para a realização do evento foi de Elias de Souza Neto, diretor adjunto da unidade Caiubi e Jorge Crypko, segundo tesoureiro.

Doações podem ser feitas pelo PIX

O GEB está atualizado em sua conta corrente para o uso do PIX. As doações para atender os nossos assistidos podem ser feitas a partir desta modalidade, bastando que se digite a chave que é o número de nosso CNPJ 61989000000150. Saiba mais!

 

Participe desta ação de amor e fraternidade!

Colabore com a campanha de acolhimento às famílias assistidas pela nossa Unidade Dona Aninha, em Vila Brasilândia. Além das cestas básicas, são cerca de 300 marmitas distribuídos diariamente. Faça parte dessa corrente de amor ao próximo. Clique e saiba como doar!

Marmita e cesta básica solidárias. Doe e faça parte deste ato de amor!

Cerca de 300 marmitas diárias são produzidas e distribuídas aos mais necessitados na Unidade Dona Aninha, em Vila Brasilândia, face ao agravamento da crise sanitária do covid19. Cestas básicas com alimentos e itens de higiene amparam centenas de famílias assistidas. Faça sua doação e ajude o GEB nesta ação humanitária de ajuda ao próximo. Clique e saiba mais.

Marmita solidária

Neste ano de pandemia, no qual o GEB continua a acompanhar as diretrizes das organizações sanitárias mantendo suas atividades presenciais restritas, a Unidade Assistencial Dona Aninha reinventou-se e com criatividade prossegue no acolhimento àqueles que necessitam do alimento quotidiano para sua sobrevivência na região da Vila Brasilândia.

A intensificação dos casos de contaminação do coronavírus nesses últimos meses em São Paulo ampliou, ainda mais, as necessidades dos moradores dessa região carente da Capital.

    

A produção diária de marmitas, que veio substituir a tradicional sopa fraterna que a Casa entrega ininterruptamente nesses 57 anos de existência, praticamente dobrou, atingindo a distribuição de cerca de 300 unidades por dia.

  

O cardápio é diversificado é muito saboroso e nutritivo. O ingredientes são arroz, feijão, calabresa, carne moída, salsicha, macarrão. A cada dia um prato diferente, feito com muito carinho e amor por uma equipe de pessoas muito entusiasmada e dedicada. Acompanha a marmita uma sobremesa e um delicioso pãozinho produzido pela padaria do GEB.

Cesta básica fraterna

Para ampliar o atendimento das famílias assistidas que passam por sérias dificuldades econômicas em face do agravamento da pandemia, o GEB estabeleceu um programa de distribuição mensal de cestas básicas que ampara aproximadamente 300 famílias.

Moradores do Jardim Paulistano, na zona oeste de São Paulo, entorno da região da Brasilândia recebem cestas básicas.

Os principais itens da cesta são: arroz, feijão, açúcar, café, fubá, sal, óleo de cozinha, macarrão e molho de tomate. São incluídos, também, conforme a disponibilidade legumes, frutas e peças de roupas diversas. São agregados também um pacote de higiene com água sanitária, detergente, álcool gel, sabão, sabonete, papel higiênico, escovas e creme dental.

   

A grande recompensa é o sorriso e o agradecimento comovido de cada família ao receber a cesta mensal.

Faça parte desta ajuda solidária. Doe!

Sua doação em gêneros alimentícios (arroz, feijão, açúcar, café, fubá, sal, óleo de cozinha, macarrão) e itens de higiene (água sanitária, detergente, álcool gel, sabão, sabonete, papel higiênico, escovas e creme dental) é importante e vai ajudar muito. As doações podem ser entregues em nossa unidade Apinajés - Rua Apinajés nº 591, no bairro de Perdizes, nos seguintes dias e horários: segundas, quartas e sextas-feiras das 9horas da manhã às 15horas.  

Você pode nos ajudar também fazendo doação em nossa conta corrente:

Leia nesta edição

GEB completa 57 anos de amor ao próximo e de fidelidade à Doutrina Espírita. Tempo de aprender e estudar online o Espiritismo. Na Brasilândia, Centro de Educação Infantil retoma atividades presenciais. Brasa Mais dobra o número de crianças no projeto de assistência ao fortalecimento de vínculos. Faça o download acessando a aba Batuíra Jornal, neste site. Saiba mais.

GEB convoca AGO

O GEB realizará no dia 2 de fevereiro próximo, às 19 horas, a 75ª Assembleia Geral Ordinária para deliberar a antecipação da eleição da diretoria gestão 2021-2024, bem como, após a aprovação, realizar a eleição para os novos dirigentes, que tomarão posse no dia 21 de março corrente. Clique aqui e conheça o edital de convocação e suas justificativas.

GEB: 57 anos de fundação

O Grupo Espírita Batuíra (GEB) é uma entidade voltada para o compromisso social e o bem comum. Desde sua criação, em 15 de janeiro de 1964, aos dias de hoje, tem sido exemplo de prática da solidariedade e fraternidade. Famílias e pessoas que necessitam de ajuda encontram, no GEB, estudo doutrinário, recursos, esclarecimento, reinserção social e esperança de um futuro melhor. Saiba mais.

No início de suas atividades, o GEB era apenas uma casinha que assistia a um pequeno grupo de pessoas. Mas o tempo foi passando, as atividades se multiplicando e novos desafios sendo almejados. Hoje, o GEB compreende cinco unidades de trabalho: 

 

A Unidade Doutrinária Spartaco Ghilardi, que é a matriz e sede administrativa/educacional  e o Espaço Apinajés. 

A Unidade Assistencial Dona Aninha e o Centro de Educação Infantil Batuíra .

A Casa de Cuidados Lar Transitório Batuíra.

Essas cinco unidades mobilizam atualmente algumas centenas de voluntários, além de um pequeno grupo de funcionários contratados.

As frentes de trabalho são muitas, entre as quais se destacam a Distribuição Semestral, a Sopa Diária, a Família Assistida, as áreas de Higiene e Saúde, o Atendimento à Gestante, o Brasa Mais, o Atendimento ao Morador de Rua, o Centro de Educação Infantil (Creche) e os diversos Cursos Profissionalizantes (que possibilitam ao assistido a recolocação no árduo mercado de trabalho).

A filosofia do GEB não é apenas socorrer pessoas em dificuldades, dando-lhes apoio material. A entidade busca, acima de tudo, permitir a melhora gradativa da autoestima, oferecendo a possibilidade do desenvolvimento pessoal e, conseqüentemente, a reinserção social.

Mas é claro que todo esse trabalho é feito, respeitando-se as crenças e valores de cada um. Afinal, todo o trabalho do GEB é baseado no respeito ao próximo.

O GEB é uma instituição sem fins lucrativos, declarada de utilidade pública federal, estadual e municipal, além de possuir os devidos registros no Serviço Social do Estado, no Conselho Nacional de Serviço Social, no Conselho Estadual de Auxílio e Subvenções.

A primeira reunião

A reunião de fundação do GEB aconteceu em 15 de janeiro de 1964, uma quarta-feira à noite, na Rua Rosa e Silva, bairro de Santa Cecília, em São Paulo, residência dos pais de Spartaco Ghilardi, que liderou o grupo de 62 abnegados espíritas. Os convidados se comprimiam, em pé, no amplo espaço da garagem da casa. A emoção e a confiança na mensagem do Cristo: Ide e pregai, eram visíveis no olhar de cada um. Uma nova casa espírita esta sendo projetada, como uma ponte entre a terra e o céu.

Segundo Geraldo Ribeiro, em sua obra "Grupo Espírita Batuíra: 50 Anos de Mais Luz", Spartaco revelara que a casa que estava se materializando na Terra em 1964 já existia no mundo espiritual por mais de 40 anos.  A iniciativa de fundá-la já vinha sendo objeto de cogitação, no mundo espiritual, há alguns anos, por Dr. Bezerra de Menezes e reforçada aqui na Terra por Francisco Cândido Xavier. Chico entendia que o médium Spartaco precisa de uma casa própria para poder ajudar mais os necessitados. A primeira mensagem de Dr. Bezerra, sinalizando a criação da nova casa, data de 30 de setembro de 1955.

     

Dr Bezerra de Menezes, Batuíra, Chico Xavier e Spartaco Ghilardi.

Batuíra, no mundo espiritual, trabalhava na sua sementeira de luz. Continuava o trabalho que fazia quando encarnado, auxiliando os pobres e os estropiados da alma. Quando convidado pelo Dr. Bezerra de Menezes para ser o mentor espiritual da nova casa espírita, que estava se erguendo na Terra, aceitou sem reticências, conta Geraldo.

Após o aceite, Dr Bezerra chamou para si a autoria da nova casa espírita. Chamar-se-ia Grupo Espírita Batuíra. A revelação está documentada numa mensagem psicografada por Francisco C. Xavier, em 31 de janeiro de 1964, dirigida a Spartaco Ghilardi. Foi esta mensagem que deu grande motivação e otimismo aos fundadores do GEB.

Em 15 de janeiro de 1964, o Grupo Espírita Batuíra se materializa na Terra, como uma fonte de luz a iluminar alguns quarteirões do bairro de Perdizes, da cidade São Paulo, com o propósito de trabalhar na seara do bem.

  • Bibliografia: Grupo Espírita Batuíra: 50 Anos de Mais Luz. Autor: Geraldo Ribeiro da Silva.

2020: Lar Transitório em tempo de Covid19

Na Casa de Cuidados Lar Transitório Batuíra do GEB, localizada no bairro da Bela Vista, responsável por atender pessoas em situação de rua após passarem por cirurgias, adotou importantes medidas neste período de pandemia. O atendimento foi integralmente mantido, mas com cuidados redobrados para que o vírus não entrasse na unidade. Saiba mais!

A casa, que mantém 13 leitos para homens, adotou uma série de medidas de proteção aos assistidos e aos trabalhadores.

As visitas foram suspensas durante o período de distanciamento social, mantendo-se os eventuais contatos com colaterais ou familiares através do telefone e sendo as saídas dos assistidos apenas para o comparecimento às consultas de retornos médicos.  

Os funcionários receberam materiais de proteção, como máscaras, e foram disponibilizados frascos com álcool em gel. Funcionários com mais de 60 anos, considerados grupo risco, passaram a trabalhar de casa.

O trabalho dos voluntários ficou restrito à equipe médica, sendo os demais voluntários orientados a não irem ao Lar, que havia recebido o último assistido uma semana antes do decreto da quarentena.

 

Através de reuniões online foi oferecido aos funcionários, por voluntários técnicos, orientações e conhecimentos sobre a Covid, cuidados e práticas a serem seguidas nas áreas da saúde e nutrição explicou Rosa Zulli de Araújo, gerente de Serviço do Lar.

 

Como o momento da pandemia é muito delicado e que pode gerar ansiedade e angústia, realizou-se encontro com uma psicóloga e foi oferecido aos funcionários que sentirem necessidade, atendimentos individuais online, de apoio psicológico.

 

Os atendimentos e acompanhamentos psicossociais também foram realizados pelas assistentes sociais, através de entrevistas online, com boa interação com os assistidos, e presencialmente por uma psicóloga.   

     

Algumas atividades interrompidas no início do isolamento social, foram reiniciadas e adaptadas também através de plataformas digitais como ferramentas de trabalho. São elas, as Rodas de Conversa, de Orientações e de Música, que tiveram uma grande aceitação e participação por parte dos assistidos, trazendo a eles momentos de socialização, aprendizado e alegria.

 Segundo o Dr. Eduardo Barato, diretor médico e responsável pela administração do Lar Transitório, nesse período de pandemia, todos trabalhadores do Lar estão aprendendo a lidar com as dificuldades com consciência, utilizando-se dos conhecimentos científicos, mas com o sentimento de amor e confiança na Espiritualidade.

“Hoje, estamos mais maduros e conscientes para saber lidar com essa doença. Temos que conviver com as dificuldades. Não vamos negligenciar.  Vamos confiar e lidar com essa situação com responsabilidade. A Espiritualidade nos ajuda, mas nós temos que fazer a nossa parte. Não podemos nos isolar e esquecermos de ajudar os que que necessitam de nós”, afirma.

Natal especial para os assistidos

Clima de amor, fraternidade e muita emoção entre os assistidos e funcionários para comemorar o Natal.

Na véspera do Natal os assistidos puderam participar de um lanche especial e à noite foi servida pizza.

      

Cada assistido recebeu uma camiseta e um pequeno rádio para lembrar do Natal vivido no Lar Transitório.

O almoço do dia 25 foi especial. Um verdadeiro clima de amor, acolhimento e fraternidade envolveu a todos os assistidos.

  • Colaborou Rita Cirne - Fotos Rosa Zully

2020: #GEBnaWeb

Este atípico ano de 2020 trouxe novas lições e aprendizado. Com a pandemia do covid-19, a rotina diária do Grupo Espírita Batuíra foi totalmente alterada. Se por um lado a quarentena trouxe a limitação presencial, por outro ampliou a dimensão da casa no estudo da doutrina espírita, com a adoção do uso das plataformas digitais. Saiba mais!

Eu estudo, tu estudas, ele estuda... todos nós estudamos. Estudar é verbo que se conjuga em todas as pessoas no Grupo Espírita Batuíra. Se esta já era vocação em nossa casa, na pandemia os batuirenses encontraram no estudo do Espiritismo uma saída construtiva para viver, entender e se adaptar às restrições do momento.

Este foi um movimento crescente a cada mês e se deu por via de mão dupla: o interesse dos frequentadores e também a decisão da casa de oferecer opções de estudo e informação.

Todos os trabalhos doutrinários - Escola de Moral Cristã, reuniões mediúnicas, Fluidoterapia, Mocidade Espírita, reuniões domingueiras de Vila Brasilândia, COEEM, cursos e grupos de estudo – se organizaram de diferentes maneiras, fortalecendo os laços e focando na leitura e reflexão.

Duas vezes por semana ( quartas-feiras às 20h e domingos às 10h), o GEB disponibiliza palestras ao vivo, que ficam gravadas e são vistas também posteriormente por centenas de pessoas.

Uma de nossas conquistas foram as palestras nas plataformas digitais. Foram mais de 41 mil visualizações só em 2020. 

O ano de 2020 terminou com a apresentação de 56 palestras online, em nosso canal exclusivo, na plataforma Youtube. Desde a primeira apresentação em 31 de maio até a última deste ano, chegamos a mais de  41 mil visualizações. Um sucesso! Algumas delas já registram mais de 1700 visualizações, o que é muito superior à capacidade de nossa auditório físico

Rosely Marotta, assessora da Unidade Doutrinária, comenta sobre a importância das palestras no novo formato:

– Elas preencheram um espaço importante em nossa Casa. Tenho retorno muito positivo de frequentadores de setores que ficaram sem funcionar na pandemia, como o de passes, por exemplo, e que se “alimentam” desse encontro virtual.

Tudo isso só foi possível graças ao trabalho incansável da equipe técnica, formada por Robson Ferreira, Jorge Chrypko e Elias de Souza Neto, respectivamente, presidente do Conselho Fiscal, 2º Tesoureiro e diretor-adjunto Administrativo da Unidade Doutrinária.

E, claro, à adaptação dos palestrantes a esta nova forma de comunicar as lições de Jesus.

Grupos de Estudos


O GEAK, Grupo de Estudos das Obras de Allan Kardec, ao longo de 2020, recebeu 414 inscrições para o estudo dos diversos  livros da codificação.

     

Com um percentual de 10 por cento de desistência no correr do ano, as turmas que se tornaram online, a partir de 15 de abril, tiveram presença média de 90 por cento dos frequentadores nas salas virtuais.
O coordenador do GEAK, Marcos Longarço, defende que se a pandemia impõe o distanciamento social, por outro lado, nos trouxe novas ideias:

– Quando houver possibilidade, os encontros presenciais serão retomados, fazem muita falta, como diz a maioria dos frequentadores. Mas é certo que as turmas passarão a ser híbridas, podendo ser acompanhadas ao mesmo tempo pela internet. Isso beneficia pessoas que encontravam dificuldades pelo trabalho, trânsito, família para ir ao GEB, e acabavam desistindo ou nem se inscreviam. Já os livros que foram iniciados de forma virtual assim continuarão, porque dessa forma driblamos a falta de espaço físico na casa – diz Marcos.

E tem uma novidade! A constatação da chegada de novos frequentadores de outras religiões, ávidos em conhecer mais a Doutrina Espírita, gerou a ideia de criar um novo curso no GEB, o Grupo Preparatório para Estudos dos Livros da Doutrina Espírita, que terá início no ano que vem.

Com duração prevista de dois meses, a proposta é ensinar conceitos fundamentais do Espiritismo que irão facilitar o entendimento das obras básicas. As aulas serão somente virtuais, às terças-feiras, das 18h30 às 19h45. Importante destacar que não se trata de substituir o Curso Básico, que dura um ano e se aprofunda mais na compreensão dos pilares da doutrina.

Curso Básico

Curso Básico de EspiritismoO Básico, aliás, foi o mais rápido neste 2020 em se adaptar às reuniões virtuais. Para se ter uma ideia, 159 pessoas se inscreveram para cursar nas unidades Spartaco Ghilard e Dona Aninha, e logo no início entenderam que as aulas presenciais não seriam mais possíveis. Em Vila Brasilândia, a dificuldade de acesso à internet, infelizmente, levou ao fechamento das turmas. Nas Perdizes, o curso transcorreu como se fosse presencial, e terminou o ano com 100 alunos.

 

COEEM

coeem2020-2021.jpg

O COEEM (Centro de Orientação, Estudo e Educação Mediúnica), cujas reuniões são compostas de uma parte teórica e outra prática, precisou adaptar o programa. As reuniões online fortaleceram os conceitos doutrinários e evangélicos, deixando o conteúdo específico relativo à mediunidade para o ano de 2021.

 

Às portas de 2021

Geraldo Ribeiro, diretor doutrinário do GEB, lembra que 2020 foi de desafios, mas que as esperanças se renovam para 2021. Ainda começaremos as atividades pela internet, mas, assim que possível, segundo ele, retomaremos os encontros presenciais. E já está pronta a programação de palestras:

– Em 2021, celebramos 160 anos da publicação de O Livro dos Médiuns, assim vamos privilegiar temas desta obra nas palestras do ano que vem.

A pandemia trouxe como consequência tornar o Espiritismo mais procurado. A Doutrina ajuda a termos os pés no chão, a pensarmos com esperança. Mostrar que a vida continua e não termina com o corpo. Em princípio, temi por retrocesso por conta da quebra na frequência das casas espíritas, mas o tempo mostrou que a tecnologia assumiu seu posto e tem nos ajudado a dar a volta por cima.

 

  • Texto de Simone Queiroz
  • Publicado no Batuíra Jornal n° 142.

2020: ano de aprendizado e mudanças

Leia também: Arroz, feijão e Amor: quentinhas distribuídas em Vila Brasilândia; Distribuição Semestral de Natal atende 400 famílias. Quarentena inspirou estudo online do Espiritismo. No Lar Transitório, atendimento salvou vidas. Conheça Dona Aninha, patrona da Vila Brasilândia. Faça o download acessando a aba Batuíra Jornal, neste site. Saiba mais!

Distribuição de Natal: 2 mil pessoas, 400 famílias atendidas

Com as restrições de isolamento social e a preocupação em cumprir todas as regras sanitárias exigidas e necessárias impostas pela pandemia do covid19, o GEB realizou a sua 113ª Distribuição Semestral, na unidade Dona Aninha, em Vila Brasilândia. Neste 57º Festival Antonio Gonçalves Dias "Batuíra" atendemos duas mil pessoas com alimentos, material de higiene, roupas, sapatos e brinquedos. Saiba mais!

Todo cuidado foi tomado no atendimento dado aos assistidos: uso obrigatório de máscaras e álcool gel:

Como acontece desde a fundação de nossa Casa em 1964, foi um Festival de solidariedade diferente.  Não teve aquela movimentação que  estamos acostumados em participar, em razão das restrições impostas pela pandemia do covid19. Mas não faltaram os ingredientes de sempre: amor, carinho, fraternidade, amparo espiritual, gentileza, alívio e alegria.

Brinquedos para o Natal fizeram parte da cesta distribuída para os assistidos da Unidade Dona Aninha, em Vila Brasilândia.

 Esta foi a maior Distribuição Semestral já feita em variedade dos itens doados e quantidade de pessoas atendidas: duas mil almas, reunidas em 400 famílias.

Gratidão


Agradecemos a todos os frequentadores, amigos, colaboradores, diretores, conselheiros, funcionários pelo esforço incomum em realizar esta Distribuição e, principalmente, pelas doações que não cessaram de chegar em nossas unidades e que viabilizaram esta 113ª Distribuição Semestral.

Muito obrigado, de coração!

  •  Texto: Simone Queiróz

Hermógenes Augusto Batalha Siqueira

Hermógenes Siqueira, aos 82 anos de idade, retornou à pátria espiritual no último dia 26 de novembro. De 1970 a 1991, foi diretor do departamento jurídico do GEB. Médium atuante, monitor do COEEM, orientador fraterno e expositor espírita, assessorou também o departamento doutrinário/mediúnico por três gestões. Saiba mais.

Nascido em Caçapava (SP) em 18 de janeiro de 1938, foi casado com Diva Soares Lara de Siqueira e residia em São José dos Campos (SP).

Ingressou na diretoria do GEB em 1970 como diretor do departamento jurídico.Nos 21 anos em que permaneceu nesta função, foi um dedicado voluntário, orientando a diretoria executiva em todas as questões ligadas à área de sua atuação. 

Assessorou, também, o departamento doutrinário/mediúnico do GEB, tendo atuado ao lado de Geraldo Ribeiro da Silva e Djalma Pereira Novo. Participou como monitor do COEEM - Centro de Orientação, Estudo e Educação Mediúnica.

Como expositor, sempre trouxe os conceitos da Doutrina Espírita e do Evangelho de Jesus de maneira clara e objetiva. Foi orientador fraterno, sempre seguindo as diretrizes de Spartaco Ghilardi, na época, diretor de doutrina.

  • Extraído da obra Grupo Espírita Batuíra - 50 anos de Mais Luz, de autoria de Geraldo Ribeiro da Silva.

 

74ª AGO aprova contas de 2019

Foram aprovados os relatórios de atividades e das contas da diretoria do Grupo Espírita Batuíra referentes ao exercício de 2019 pela 74ª Assembleia Geral Ordinária, realizada no último sábado. Em razão da pandemia do COVID19, a reunião se deu de forma virtual, a partir de transmissão, ao vivo, via videoconferência, diretamente do auditório da Unidade Spartaco Ghilardi, na Caiubi. Saiba mais.

Obedecendo todos os protocolos sanitários em razão do COVID19 , a 74ª AGO foi aberta às 15horas do sábado, dia 10, diretamente do auditório da unidade da rua Caiubi e contou com a participação virtual de associados, fundadores e efetivos, conforme disposto pelo estatuto do Grupo Espírita Batuíra e em conformidade com a legislação específica pertinente, adotada neste momento de pandemia.

Presentes no auditório da rua Caiubi, da esquerda para a direita, Marly Rubio, Robson Ferreira, Ronaldo Lopes, Francisco Colloca, Geraldo Ribeiro e Elias Soneto, comandaram a transmissão da videoconferência da 74ª AGO do GEB, ao vivo, aos associados, diretores e conselheiros, por plataforma digital.

Instalada a reunião, foi indicado para presidi-la o primeiro vice-presidente Geraldo Ribeiro da Silva e designados Claudio Luiz de Flório e Francisco Marcos Colloca para primeiro e segundo secretários, respectivamente.

Geraldo Ribeiro, presidente da reunião, destacou que o modelo adotado para a realização desta AGO estava em consonância com as determinações legais, face à crise do pandemia do coronavírus, obedecendo com rigor todas as normas vigentes.

    

Coube ao terceiro-tesoureiro Francisco Colloca fazer a leitura de extenso relatório de atividades realizadas em 2019. A seguir, Claudio Luiz de Florio, primeiro tesoureiro do GEB, foi convidado a apresentar as contas do balanço financeiro do exercício findo. Ambos relatórios foram  aprovados por unanimidade pelos participantes da AGO. A seguir, Robson Ferreira, presidente do Conselho Fiscal, fez a leitura do parecer das contas emitido pelo órgão fiscalizador. 

O presidente Ronaldo Lopes, por sua vez, ressaltou o empenho de todos os trabalhadores - funcionários, líderes, diretores adjuntos, diretores, conselheiros e voluntários pelo resultado apresentado em 2019. Disse que a somatória do esforço de todos representa uma sensação agradável do conjunto da obra, retratado nas 117 páginas do extenso relatório aprovado, um verdadeiro registro para a história do GEB.

 

AGO em tempos de COVID19

A videoconferência, com uso de plataformas digitais, foi adotada para a realização da 74ª Assembleia Geral Ordinária, uma vez que o GEB ainda está com suas atividades presenciais suspensas. A reunião foi um sucesso. Foi obedecido todos os protocolos de segurança sanitária para o encontro presencial realizado na Unidade Spartaco Ghilardi. O Conselho de Administração, presidido por Douglas Musset Bellini, e seus conselheiros, estiveram presentes na reunião virtual. Diretores, adjuntos, associados também prestigiaram a AGO.

  

Douglas Musset Bellini                              Iraci Maria Padrão Branchini                      Jaílton da Silva

  • Fotos: Jorge Chrypko

 

Clique e acesse o conteúdo completo dos documentos aprovados:

Edital de Convocação

O Grupo Espírita Batuíra está convocando todos os seus associados, fundadores e efetivos, para comparecerem na sua 74ª AGO, no dia 10 de outubro próximo, às 14h30, na sua sede da rua Caiuby nº 1306, para conhecer, apreciar, discutir e votar a aprovação do relatório de atividades e das contas da atual diretoria e acompanhar a apresentação do parecer do conselho fiscal referentes ao exercício de 2019. Clique para conhecer o edital de convocação.

Edição online

Festa diferente: o Lar Transitório comemorou sua maioridade. São 18 anos de trabalho com o amor de sempre. Grupos de estudos, cursos de capacitação, tudo online. A criatividade de atendimento do GEB em tempos de isolamento social. Faça o download acessando a aba Batuíra Jornal, neste site. Saiba mais!

Notícias
Edição histórica 20/05/2021
Gratidão ao idealizador do GEB 10/05/2021
Curso prepara jovens para o mercado de trabalho 09/05/2021
Um facho de luz a iluminar vidas 04/05/2021
Comemoração pela Web 02/05/2021
Cinquentenário da Unidade da Brasilândia 29/04/2021
Doações podem ser feitas pelo PIX 16/04/2021
Participe desta ação de amor e fraternidade! 10/04/2021
Marmita e cesta básica solidárias. Doe e faça parte deste ato de amor! 27/03/2021
Leia nesta edição 27/02/2021
GEB convoca AGO 22/01/2021
GEB: 57 anos de fundação 15/01/2021
2020: Lar Transitório em tempo de Covid19 31/12/2020
2020: #GEBnaWeb 30/12/2020
2020: ano de aprendizado e mudanças 20/12/2020
Distribuição de Natal: 2 mil pessoas, 400 famílias atendidas 15/12/2020
Hermógenes Augusto Batalha Siqueira 30/11/2020
74ª AGO aprova contas de 2019 11/10/2020
Edital de Convocação 01/10/2020
Edição online 21/09/2020
Brasilândia oferece Cursos Profissionais à Distância 05/09/2020
18 anos de cuidados, fraternidade e amor! 29/08/2020
Brasa Mais: Fortalecendo vínculos em tempos de COVID 20/08/2020
Da sopa para marmitex: com criatividade, ajuda permanente! 15/07/2020
Sua doação faz a diferença 12/07/2020
Estudo virtual começa dia 3 de agosto 04/07/2020
Quarentena, sim. Em oração, sempre! 20/06/2020
Amor e solidariedade 16/06/2020
Tudo pronto! 284 famílias serão acolhidas pela 112ª Distribuição 14/06/2020
Nossa fraternidade não pode falhar! Colabore! 20/05/2020
Contribuições de Associados em tempos do COVID -19 17/05/2020
Mensagens de acolhimento e reflexão 12/05/2020
Amor e solidariedade em tempos de COVID 19 18/04/2020
Doe seus créditos da Nota Fiscal Paulista para o GEB 02/04/2020
Preces e vibrações em nosso próprio lar 30/03/2020
Estude a Doutrina Espírita 25/03/2020
Atividades Suspensas 25/03/2020
Leia nesta edição 09/03/2020
Educandário do Amor, uma colônia espiritual 08/03/2020
56 anos de mais luz! 16/01/2020
Inscrições abertas para oficinas de violão e teatro. 15/01/2020
Brasilândia: Inscrições abertas para Cursos Profissionais 13/01/2020
Brasilândia: cursos profissionalizantes em 2020 13/12/2019
Amor e solidariedade 08/12/2019
Festival da Caridade 08/12/2019
Edição eletrônica disponível 30/11/2019
40 anos dos Samaritanos 24/10/2019
Am@r digital 13/10/2019
Suely Caldas Schubert no GEB 12/10/2019
Leia nesta edição 12/10/2019
15 anos do Coral Interlúdio 12/10/2019
17 anos de Lar Transitório 29/08/2019
Terceira Idade aplaude Coral Interlúdio 29/08/2019
Ronda Noturna: amor num café com leite quente 09/08/2019
Visita ao Memorial Spartaco Ghilardi 09/08/2019
Lar Transitório: A volta aos bancos escolares 09/08/2019
Acesse a edição eletrônica 05/08/2019
AGO aprova contas de 2018 19/06/2019
Doações que transformam vidas 11/06/2019
73ª Assembléia Geral Ordinária 10/06/2019
Grupo de estudo: faça sua inscrição 31/05/2019
Está pronto o novo prédio em Brasilândia 29/05/2019
Colabore! 02/05/2019
Brasilândia de cara nova 27/04/2019
Aprender para mudar 17/04/2019
Edição eletrônica disponível 13/04/2019
XIII Ciclo de Palestras Espíritas encerrado. Sucesso! 08/04/2019
Zelo pela Doutrina dos Espíritos 07/04/2019
Do Outro Lado da Vida 06/04/2019
Saúde, Espiritismo e Mediunidade 05/04/2019
Reflexões sobre o Cristianismo e o Espiritismo 04/04/2019
Animais e Física Quântica sob a ótica da Espiritualidade 04/04/2019
Ciclo de Palestras: Amai-vos e Instruí-vos. 02/04/2019
Semana de estudos da Doutrina Espírita no GEB 01/04/2019
Participe! 13/03/2019
Cursos profissionalizantes em Brasilândia 12/03/2019
Inscrições abertas 12/03/2019
Novo prédio na Brasilândia 09/02/2019
Versão eletrônica já disponível neste site 08/02/2019
Educação Espírita Infantojuvenil: Inscrições abertas 24/01/2019
Comemoração dos 55 anos de fundação do GEB 14/01/2019
13 de janeiro de 2019: Palestra comemorativa 28/12/2018
Brasilândia: Cursos profissionalizantes em 2019 12/12/2018
358 famílias atendidas na Distribuição de Natal 10/12/2018
Inscrições Abertas para o Grupo de Estudos 08/12/2018
É domingo a 109ª Distribuição Semestral do GEB 05/12/2018
Emoção no encerramento do ano da Escola de Moral Cristã do GEB 28/11/2018
Colabore! 22/11/2018
Leia a versão eletrônica 22/11/2018
Coral Interlúdio – 14 anos 20/11/2018
Integração de voluntários da Fluidoterapia 13/11/2018
Oficinas de Vida Nova 15/10/2018
Simonetti retornou ao mundo espiritual 04/10/2018
Edição eletrônica 04/10/2018
Wanda retorna à pátria espiritual 04/10/2018
16 Anos. Viva o Lar Transitório! 01/09/2018
Inscrições Abertas. Vagas Limitadas! 30/08/2018
Edição eletrônica 23/07/2018
Grupo de Estudos - Inscrições Abertas 18/07/2018
Obras em Vila Brasilândia avançam! 17/07/2018
Ricardo Bernardes Ferreira retorna ao mundo espiritual 07/07/2018
Copa do Mundo e União dos Povos 28/06/2018
David Rechulsky Berezovsky retornou à pátria espiritual 21/06/2018
Curso de Auxiliar de Escritório 12/06/2018
Cursos de Costureira (o) e Modelista na Brasilândia 12/06/2018
108ª Distribuição Semestral na Brasilândia 11/06/2018
Obras na Unidade Brasilândia 25/05/2018
Encontro de Voluntários da Família Assistida 25/05/2018
Edição eletrônica disponível 25/05/2018
Mostre sua Vontade de Ajudar! 15/05/2018
Sucesso! 09/04/2018
Acesse a versão eletrônica 09/04/2018
De hoje a domingo, reflexões importantes no XII Ciclo de Palestras 05/04/2018
Palestras desta quarta-feira 04/04/2018
XII Ciclo de Palestras 03/04/2018
Participe! 30/03/2018
Nova diretoria do GEB 21/03/2018
Savério Latorre retornou à Pátria Espiritual 16/03/2018
Obras na Brasilândia avançam 13/03/2018
Cursos de Costureira(o) e Modelista na Brasilândia 12/03/2018
Mais de duas centenas de participantes 08/03/2018
Atualidade da casa e reflexões para o futuro 09/02/2018
Creche do GEB recebe material escolar da Prefeitura de São Paulo 07/02/2018
Primeira etapa de trabalho 30/01/2018
Começam as obras em Vila Brasilândia 17/01/2018
54 Anos do GEB 15/01/2018
Edição extra: 40 anos de COEEM 14/12/2017
307 Famílias Atendidas 11/12/2017
COEEM comemora 40 anos 08/12/2017
Criançada da EEIJ da Vila Brasilândia 06/12/2017
Edição Eletrônica 03/12/2017
Inscrições abertas 24/11/2017
Justa homenagem 09/10/2017
Lar Transitório comemora 15 anos 27/09/2017
O assunto é: depressão! 26/09/2017
Dialogando e aprendendo 26/09/2017
Destaques da edição 25/09/2017
Colabore! 20/09/2017
Vídeos das Palestras da Semana Espírita 2017 22/08/2017
Mocidade Espírita convida 11/08/2017
Edição eletrônica 04/08/2017
Nabor retorna à pátria espiritual 10/07/2017
Os números do GEB em 2016 29/06/2017
Doações fazem a diferença 11/06/2017
Edição eletrônica 25/05/2017
Participe! 04/05/2017
Imagens do Ciclo de Palestras 11/04/2017
XI Ciclo de Palestras Espíritas foi um sucesso 10/04/2017
Versão eletrônica disponível neste site 04/04/2017
Começa em Abril! 13/03/2017
160 anos de O Livro dos Espíritos 04/03/2017
53 anos de fundação 14/02/2017
GEB celebra 53 anos de fundação 12/01/2017
Fim do recesso. Retomamos todas as atividades da Casa 19/12/2016
Apresentações de Natal do Coral Interludio 18/12/2016
Distribuição de Natal 12/12/2016
20 Anos de Batuíra Jornal 10/12/2016
Distribuição Semestral acontece neste domingo 07/12/2016
EEIJ: emoção no encerramento do ano letivo de 2016 07/12/2016
Nosso Projeto. Sua Obra 15/11/2016
Epístolas de Paulo à luz do Espiritismo 15/11/2016
Lar Transitório completa 14 anos de existência 19/10/2016
Para não se esquecer de Yvonne Pereira 19/10/2016
Destaques da edição 18/10/2016
Educação e Amor 18/10/2016
Colabore! 23/09/2016
Yvonne Pereira: uma heroína silenciosa 22/09/2016
Heloisa Pires no GEB 22/09/2016
Maria Pia retornou ao Mundo Espiritual. 25/08/2016
Batuíra Jornal 06/08/2016
Crianças da EEIJ visitam o Memorial Spartaco Ghilardi 27/06/2016
15 toneladas de alimentos são entregues aos assistidos do GEB na Brasilândia 13/06/2016
Memorial Spartaco Ghilardi: justa homenagem 26/05/2016
Nova edição do Batuíra Jornal 25/05/2016
45 anos distribuindo amor e caridade 10/05/2016
O Livro dos Médiuns – Inscrição Aberta 08/05/2016
104ª Distribuição Semestral: Expresse sua solidariedade! 02/05/2016
Gripe H1N1 - Previna-se! E evite a propagação da doença. 01/05/2016
Semeando amor e solidariedade! 10/04/2016
Ciclo de Palestras foi um sucesso. 10/04/2016
Edição eletrônica do Batuíra Jornal 09/04/2016
Além das fronteiras da Brasilândia 08/04/2016
Batuíra Jornal: edição eletrônica 10/02/2016
Unidade Brasilândia: encontros preparatórios para entrevista de emprego 28/01/2016
52 anos de atividades permanentes 11/01/2016
103ª Distribuição Semestral: Natal solidário para 344 famílias assistidas. 13/12/2015
Entrevistas para o Curso Básico de Espiritismo 29/11/2015
Edição eletrônica do Batuíra Jornal 25/11/2015
Participe da 103ª Distribuição de Natal na Brasilândia 16/11/2015
Grupo de Estudos A Gênese: Inscrições abertas 16/11/2015
Em uma tarde especial, Festiva faz sucesso! 05/10/2015
GEB publica Folder com novo modelo de gestão. 17/09/2015
Inscrições abertas para o grupo de estudos do livro O Céu e o Inferno 15/09/2015
Mutirão Jurídico na Brasilândia: Acesso à Justiça e Novos Voluntários. 11/09/2015
Reserve sua agenda: Domingo, 04 de Outubro, das 13 às 17 horas. 03/09/2015
Lar Transitório Batuíra: 13 anos de contínuo trabalho 31/08/2015
A celebração dos 150 anos da obra O Céu e o Inferno 27/08/2015
Batuíra Jornal de julho/agosto: Leia a versão eletrônica 19/08/2015
GEB realiza primeiro atendimento jurídico-fraterno externo 03/08/2015
Distribuição Semestral: Acolhimento e Amor ao Próximo. 23/06/2015
Unidade da Brasilândia recebe alunos do Curso Básico de Espiritismo 23/06/2015
Alimentos, roupas, cobertores e calçados para os assistidos do GEB em Vila Brasilândia. 15/06/2015
Novos grupos de estudos do livro "O Evangelho Segundo Espiritismo" 18/05/2015
Dentistas orientam crianças para adequada escovação de dentes 14/04/2015
Curso de Auxiliar de Escritório na Unidade Brasilândia 24/03/2015
Grupo de Estudos de O Livro dos Médiuns: Entrevistas 19/03/2015
Novos dirigentes do GEB para o triênio 2015/2018 18/03/2015
Curso de Teatro: Grupo Brasa Meninos de Brasilândia 02/03/2015
GEB recebe doação da SODEXO na campanha para o Dia Mundial da Alimentação 04/02/2015
Livro retrata a história do Grupo Espírita Batuíra 02/02/2015
Marlene Nobre retornou à pátria espiritual 05/01/2015
50 anos de estudo de O Livro dos Espíritos 22/12/2014
Distribuição de Natal: 309 famílias - 1893 pessoas atendidas. 14/12/2014
Assistidos do GEB recebem nova doação da Sodexo. 12/12/2014
101ª Distribuição Semestral: Ação de Natal Entre Amigos 10/11/2014
Curso de Iniciação à Informática é inaugurado em Vila Brasilândia 07/11/2014
Livro GEB 50 Anos de Mais Luz e concerto sinfônico no Theatro São Pedro 14/10/2014
Lar transitório completa 12 anos 26/09/2014
Unidade Brasilândia inaugura Dispensário de Medicamentos 26/09/2014
Assistidos aplaudem Mutirão de Orientação Jurídico na Brasilândia 26/09/2014
EEIJ: Crianças florescendo na escola presente 19/08/2014
Intercâmbio entre Casas Espíritas: Káritas e Batuíra se ajudam mutuamente. 05/08/2014
Doe Leite em Pó. As crianças da Brasilândia agradecem! 31/07/2014
Cursos profissionalizantes na Unidade da Brasilândia 09/07/2014
Inscrições abertas para o Curso de Informática e Auxiliar de Escritório na Unidade Brasilândia 03/07/2014
100ª Distribuição Semestral 09/06/2014
Centenário de nascimento de Spartaco Ghilardi 06/05/2014
A Água Pede Ajuda! 24/03/2014
Curso de Auxiliar de Escritório na Brasilândia 23/03/2014
GEB se confraterniza com casas espíritas vizinhas, em comemoração ao seu 50º aniversário de fundação. 05/02/2014
Inscrições abertas para curso de Educação Espírita Infantojuvenil 27/01/2014
GEB comemora 50 anos de fundação. 05/01/2014
Distribuição de Natal atendeu 301 famílias em Vila Brasilândia 09/12/2013
Cursos profissionalizantes da Brasilândia empregam 68% dos participantes. 19/11/2013
Festiva foi um sucesso! 07/10/2013
Mutirão Cidadão orientou comunidade na Unidade Brasilândia 03/08/2013
Batuíra Jornal Edição 100: Hora da Retrospectiva 31/07/2013
Therezinha Oliveira retornou ao Mundo Espiritual 29/07/2013
Festiva 2013: festa de congraçamento do GEB 27/07/2013
98ª Distribuição Semestral: nove toneladas de alimentos e quase 25 mil peças de roupas entregues. 10/06/2013
Cursos profissionalizantes gratuitos de modelagem industrial de blusas e costureira(o) na Unidade da Brasilândia. 10/06/2013
Curso gratuito para formação de auxiliar de escritório 10/06/2013
Mocidade comemora 40 anos de existência 10/06/2013
Doação online para a campanha Coração Solidário 25/05/2013
Doe cobertores e alimentos para 98º Distribuição Semestral 10/05/2013
Zita Ghilardi retornou à pátria espiritual 07/05/2013
Estudo do livro O Evangelho Segundo Espiritismo: inscrições abertas. 10/04/2013
Ciclo de Palestras Espíritas 04/04/2013
Mais uma Distribuição Semestral 04/04/2013
Palestras na Brasilândia 02/03/2013
Apolo Oliva Filho retorna à Pátria Espiritual 20/02/2013
Corte e Costura promove integração 08/02/2013
GEB: 49 anos de fidelidade à Doutrina Espírita 09/01/2013
Fim do ano de 2012 no GEB 28/11/2012
Nova diretoria do GEB para o triênio 2021-2024 03/02/2021
Notícias - Mais…