Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / COEEM comemora 40 anos

COEEM comemora 40 anos

Um misto de alegria e de emoção dominou o encontro no auditório do GEB na manhã do último dia 2 de dezembro, por ocasião da comemoração dos 40 anos de existência do COEEM – Centro de Orientação, Estudo e Educação Mediúnica, celebrado por antigos e atuais colaboradores deste trabalho. Saiba Mais.

Emoção domina o encontro dos 40 anos do COEEM

Silvia Palhano Braga (95 anos), uma das primeiras monitoras do COEEM em 1978, foi muito aplaudida na cerimônia.

O evento foi um verdadeiro mergulho na história da implantação deste Centro, que se transformou em uma referência para o estudo, orientação e educação da mediunidade no Grupo Espírita Batuíra.

Os convidados foram chegando na Unidade Doutrinária Spartaco Ghilardi a partir das 10 horas do primeiro sábado de dezembro deste ano. Com muita alegria, eram recebidos por monitores no hall de entrada, onde eram solicitados a colocar sua impressão digital em uma folha especialmente preparada para ocasião – parte integrante da surpresa da festa.

  

Acomodados carinhosamente no auditório, os presentes puderam reviver, por meio de imagens selecionadas e projetadas no telão, momentos mais candentes que moldaram e formataram a história de 40 anos do COEEM.

Pontualmente às 10h30, o coordenador geral Claudio Luiz de Florio, com a voz embargada pelas lembranças, já que ele foi um dos seus primeiros monitores em 1978, abriu oficialmente o evento, passando a palavra para Ronaldo Lopes, presidente da diretoria executiva, que ao fazer a prece inicial confessou que o COEM foi a sua porta de entrada, juntamente de sua esposa Sonia Lopes, para frequentar o Grupo Espírita Batuíra, por indicação do Dr. Laércio Toffoli, um dos fundadores do GEB.

História

Tudo começou em 1977, disse Claudio, ao iniciar sua apresentação. Inspirados por um modelo existente no Centro Espírita Luz Eterna, de Curitiba – PR – e certamente orientados pela espiritualidade – começaram os primeiros estudos para trazer o COEM – Centro de Educação e Orientação Mediúnica para o Grupo Espírita Batuíra.

Foi em 8 de agosto daquele ano que a diretoria da época formalizou uma comissão especialmente encarregada de estudar e implantar o COEM, formada por D. Neyde Gandolfi Oliva, Srs. Spartaco Ghilardi, Douglas Musset Bellini, Djalma Pereira Novo e Hermógenes A. B. de Siqueira.

  

    Spartaco, Djalma e Hermóneges          Douglas Musset Bellini              Neyde Gandolfi Oliva

Em 27 de Agosto os estudos já estavam avançados: o COEM teria duas turmas, às quintas-feiras, uma à tarde, das 15 às 17 horas e outra, à noite, das 20 às 22 horas, depois de um rearranjo no calendário de atividades do GEB.

Claudio explicou que ao examinar as atas preparadas pela Comissão, elas revelavam preocupação de alguns colaboradores do GEB com essa implantação, mesmo porque o COEM representava, naquele momento, uma inovação, pois se tratava de adotar novo e instigante trabalho envolvendo a educação mediúnica.

Ao final da reunião de 27 de agosto, pela mediunidade de Spartaco Ghilardi, manifestou-se o Espírito do Dr. Reinaldo Kurtz Busch, um dos fundadores do GEB em 1964, em cuja mensagem incentivava a criação do COEM dizendo: o trabalho que vai se iniciar não será fácil, mas com a boa vontade de cada um, com o desejo de servir e procurando sobretudo dispor de 2 ou 3 horas, o êxito será total. Com relação à mediunidade, para dissipar a preocupação de alguns companheiros do GEB de então, Dr. Reinaldo dizia:  a mediunidade deve ser burilada! E como? Através da escola, da educação e finalmente dos estudos.

Falo-vos não como médico, mas sim como professor, quando me debati, discuti, levantei teses e as minhas preocupações maiores foram sempre no campo educativo. E um centro espírita não deixa de ser também uma escola, não só no título, mas no trabalho, desenvolvendo o trabalho de educação a todos e principalmente aos médiuns, afirmava Dr. Reinaldo.

O trabalho da comissão avançou. No final de novembro daquele ano, tudo estava preparado para o primeiro COEM iniciar-se em 1978.

No dia 22 de novembro, em casa do Sr. Spartaco, Batuíra traz orientações para o COEM que iria se instalar no GEB, conforme mostra a ata daquela reunião.

Ele dissipa as preocupações daqueles que ainda não tinham aderido completamente à iniciativa dizendo que as dúvidas iriam ser esclarecidas ao seu tempo e aqueles que ainda estavam renitentes iriam aderir à nova tarefa.

Batuíra afirma: este curso será realizado com ou sem a permissão dos Espíritos encarnados, pois, reconhecemos que são centenas de pensamentos diferentes e exigir demais não é aconselhável. As falhas serão corrigidas no seu devido tempo.

O trabalho inicial, segundo Batuíra, exigirá dos colaboradores certa rigidez de atitudes, porém sempre sendo complacentes. Ele continua: é preciso desenvolver o trabalho com humildade, pois ele prima pela educação espírita não só na sua mediunidade, mas na própria vida, na vivência dentro e fora do lar. A fraternidade deve ser uma constante e precisamos confiar nos desencarnados, pois assim o trabalho será realizado. Confiar é a parcela de contribuição de cada um, com disciplina sempre, pois o trabalho é a virtude do crescimento e da evolução.

Para fortalecer a convicção de todos naquele momento, Batuíra ainda sugere: vamos iniciar o curso com a estruturação das apostilas, deixando entrelinhas, com um sentimento no coração para que o trabalho possa ser realizado sem incompatibilidades.

E termina aprovando os primeiros colaboradores dizendo as escolhas dos monitores e dos auxiliares foram as melhores possíveis.

1978: Começa o primeiro COEM

E assim foi feito. Em 1978, nasce o COEM, sob a coordenação da Sras. Neyde Gandolfi Oliva e Inezita Porto Pimentel. A supervisão teórica ficou a cargo do Sr. Apolo Oliva e a prática sob a orientação do Sr. Spartaco Ghilardi. A secretaria ficou a cargo da Sra. Arlete Soares Ladeia Guimarães, que teve como auxiliares o Sr. José Ladeia Guimarães Neto (período da tarde) e Sra. Odete F. de Almeida (período noturno).

 Na foto abaixo, ao centro, Neyde ladeada por Inezita e Arlete.

Primeira equipe (período da tarde)
Monitores: Silvia Palhano Braga, Napoleão Pontes, Ana Garcia Segundo e Ivete Defune.
Auxiliares: Maria Adelaide Eschenbach, Dinorah Pastore, Isa Helena Valdetaro Pereira, Aparecida Marcorin, Accacia Munhoz Lex, Rosalina Bellini e Carminha Galvez Latorre, Ernani Monteiro de Barros e Wanda dos Santos.
Primeira equipe (período noturno):
Monitores: Olavo Macorin, Djalma Pereira Novo, Claudio Luiz de Florio, Maria Pia de Macedo e Hermogenes A. B. Siqueira.
Auxiliares: Maura Marçal dos Santos, Delma Toffoli de Oliveira, Alda Toffoli, Eurídice Oliva, Gilse Proença Santos, Elizabeth Fernandes Toffoli, Diva Soares de Siqueira, Therezinha Costa P. da Silva, Aldo de Aguiar e Adherbal Salvador Nespole.

Foram 137 participantes (58 no período da tarde e 79 no período noturno). Em 1979, no seu encerramento, 103 participantes terminaram o COEM (34 desistiram).

 

Nova Coordenação

Claudio explicou ainda que em razão de mudança de domicilio de D. Neyde para a cidade de São Carlos (SP) em 1984, depois de 6 anos e 3 turmas de COEM, a coordenação mudou de mãos.

  

            Claudio e Maria Pia                            Dona Aninha                        Maria Lúcia Madeira

Desde este ano, com o advento do IV COEM (1984/1985), a coordenação geral ficou sob a sua responsabilidade, que contou coma colaboração das auxiliares Maria Pia Macedo (no período noturno) e Ana Latorre e Accacia Munhoz Lex (no período da tarde).

Somente em 1994, a estrutura sofreu nova alteração, sob a direção geral de Claudio: Wilma Badan Caparroz Gonzales coordena as turmas da tarde, com apoio de Ione Prado de Oliveira Carvalho e Moema Hottum Melane passa a somar trabalho com Claudio no grupo noturno.

Da esquerda para direita: Ione, Wilma, Claudio e Moema

Em 2002, Claudio esclareceu que o COEM de Curitiba passou por uma reformulação, com novas implementações o que diferenciou do modelo adotado pelo GEB.  Neste sentido, o COEM do GEB também faz suas adequações e resolveu alterar o nome. Após várias reuniões da Coordenação com os monitores, por sugestão da Dra. Sonia Cruz, colaboradora da monitoria, a denominação passa a ser COEEM – Centro de Orientação, Estudo e Educação Mediúnica.

  

Tânia Cavalcanti e Jô Ferreira iniciaram o COEEM em Brasilândia.             Maria Dolores é monitora.                                  

Em 2004, sentindo o aumento de demanda por parte dos frequentadores da Unidade Assistencial Dona Aninha, em Vila Brasilândia, o COEEM é lá implantado, sob a coordenação de Josefina (Jô) Cavalcanti Ferreira e Tânia Hollanda Cavalcanti. Em 2008, com o afastamento da Jô, a coordenação fica sob responsabilidade da Tânia. O trabalho em Vila Brasilândia tem um significado especial, pois hoje todos os monitores são egressos do trabalho iniciado em 2004, sob a responsabilidade da monitora Maria Dolores Miranda da Silva.

As alterações continuam. Em 2012-2013 Ione deixa a coordenação da tarde, assumindo Sylvana Maria Menezes Fioretti e Mara de Andrade. Em 2016-2017, Maria Angela B. Nunes assume a vaga de coordenação em lugar de Mara.

   

             Sylvana                            Mara                               Maria Angela                              

Coordenação atual do COEEM
Coordenador Geral: Claudio Luiz de Florio
Grupo Tarde: Sylvana Maria Menezes Fioretti e Maria Angela B. Nunes

Grupo Noite: Claudio Luiz de Florio e Moema Hottum Melani

Brasilândia: Tania Hollanda Cavalcanti

 Nestes 40 anos de COEEM foram 3.100 participantes e 252 colaboradores, afirmou Claudio.

Árvore Celta

José Carlos Zaninotti trouxe informações sobre o símbolo da árvore celta utilizado no evento, explicando que na antiga Gália os druidas contemplavam nela o símbolo da verticalidade, da vida em completa evolução, em uma ascensão permanente até o céu.

Ao traçar um paralelo com a árvore da vida adotada por muitos países, Zaninotti explicou que um dos seus significados é desenvolvimento do ser humano: cada fase que passa a árvore, analogamente o ser humano, também, vivencia, seja fisicamente ou espiritualmente.

Segundo ele, da semente plantada em 1977 brotou a árvore da vida do COEM. De 1978 em diante fomos criando raízes e nos ligando à matéria, representada pelo estudo, orientação e educação, cuja bússola é Kardec. Sua copa representa ascender às alturas, com foco na mediunidade orientada, mantendo equilíbrio entre o céu e a terra, aproximando-se do Criador, a transcender rumo à evolução! 

Em seguida, Moema Melani emocionou os presentes ao declamar o poema escrito por ela para a cerimônia denominado Mediunidade: a árvore da vida.

Árvore da Vida

Entremeadas pelas canções apresentadas pelo cantor Vince, participante do COEEM 2016-2017 do grupo da tarde, Claudio inovou ao exibir maquete de uma árvore da vida, inspirada no modelo da árvore celta da época dos druidas da Gália antiga, onde o professor Hippolyte Léon Denizard Rivail vivera uma de suas encarnações como o sacerdote Allan Kardec (cujo nome adotara após a revelação da Doutrina Espírita).

Claudio foi agregando na copa da árvore as folhas que representaram cada biênio do COEM-COEEM, que foram inseridas na maquete por um colaborador representante de cada turma.

  

Quando a copa da árvore ficou pronta, folhas com as impressões digitais dos convidados completaram sua folhagem.

 

Terminada a montagem da árvore da vida, Claudio apresentou a nova identidade visual do COEEM. Assinalou que o novo símbolo guardava um azul em degradê, partindo do claro para o mais escuro, que reflete a caminhada gradativa e acumulativa dos estudos teóricos e práticos desenvolvidas no COEEM. A luz que ilumina a letra O representa o estudo da mediunidade, que uma vez orientada e praticada proporciona a sua irradiação no contato e no atendimento com os Espíritos, finalizou.

Sementes da Vida

  

Na sequência, os convidados receberam uma pequena caixinha, contendo um vasinho com terra, uma pequena pazinha e uma semente gravada COEEM 40 anos.

Sylvana Fioretti, da coordenação da tarde, conduziu a dinâmica. Disse que grande maioria dos presentes frequentaram o COEM-COEEM. Inicialmente como participantes e depois como monitores ou colaboradores. Uns chegaram logo no início, nos primeiros momentos.  Outros mais para frente e alguns, só recentemente. Existem, ainda, aqueles que até já desencarnaram, mas que lá do plano espiritual, continuam a se dedicar ao trabalho no COEM- COEEM. Há também, continuou, quem esteja desde a implantação até hoje, ou seja, dedicando-se ao COEM- COEEM por 40 anos consecutivos.

Contudo, independentemente da época que cada um chegou, ou do tempo que cada um no COEM-COEEM permaneceu, todos têm algo em comum: trazem na bagagem, experiências marcantes, lindas histórias para contar e muita emoção a compartilhar. E hoje, que temos a oportunidade de nessa festa nos encontrarmos e juntos estarmos, quero convidá-los a reviverem, de forma lúdica, simbólica, mas prática, a experiência que um dia tiveram como monitores do COEM-COEEM.

Convidou a todos a abrirem a caixinha, plantarem a semente e a levarem para suas casas, a regar diariamente, deixando-a em posição de que receba a luz sol e dentro de alguns dias a semente germinará e começará a crescer e, por um mecanismo que desconhecemos, no caule da plantinha aparecerá a mesma inscrição, COEEM 40 que estava na semente.

Através do plantio dessas sementes, podemos relembrar o trabalho realizado no COEM-  COEEM.

A cada dois anos, um grupo de monitores, com carinho, entusiasmo, expectativas e até com um pouquinho de ansiedade, aguarda o momento da chegada de novos participantes, da mesma forma e com os mesmos sentimentos que todos aguardaram para abrir a caixinha com a semente.

E ao se abrir a caixinha, percebe-se que, cada participante traz potencialidades em estado latente, muitas  sementes a serem cultivadas, entre elas, sementes de mediunidade que encontrando a terra fértil do conhecimento doutrinário e evangélico, em contato com as condições favoráveis  para o exercício  e desenvolvimento do pensamento mais elevado, equilíbrio, burilamento e aperfeiçoamento interior, que sendo adubadas com o estudo e recebendo a luz da Espiritualidade amiga, vão aos poucos tornando-se plantas mais fortes, capazes de produzir, florescer e frutificar.

E a cada término de COEEM essas plantas são convidadas a percorrerem por terrenos diferentes, e elas seguem por muitos caminhos, florescendo e frutificando, mas deixando por onde passam a marca do COEEM, que para sempre será lembrada.

Não fosse assim, todos os que um dia foram participantes do COEEM e que carregam essa marca, não estariam, hoje, aqui,  todos  juntos, com muita emoção, comemorando os 40 anos do COEEM.

Emoção e surpresa

  

No encerramento, uma surpresa carregada de emoção: Claudio foi homenageado pelos seus 40 anos ininterruptos de trabalho no COEEM, recebendo dos monitores uma placa alusiva à data e uma arvore bonsai. As coordenadoras também receberam flores.

Prece Final

A prece final foi emocionante. O cantor Vince interpretou a canção Ave Maria, levando todos às lágrimas. E não podia faltar o tradicional “parabéns a você” e o bolo, servido com muito carinho a todos os presentes.

Na saída, os convidados receberam um envelope contendo o poema de autoria da Moema Melani, um botton e um marcador de livros comemorativos aos 40 anos.

Colaboradores do COEEM 2016-2017 - na celebração dos 40 anos de existência.

  • Fotografia: Agradecimento especial a Ruy Gatto.

 

Flagrantes

  

        Claudio e Ronaldo Lopes                   Ricardo Pastori e Eduardo Barato                                 Wilma e Shirley

Participantes do COEEM 2016-2017 da Unidade Dona Aninha da Vila Brasilândia

  

      Sylvana, Beth e Flavia Toffoli                             Sabrina e Luara                                           Efigênia e Meire

  

          Elias Soneto                    Marcia Zaninotti e Douglas Bellini                     Hermes e André

COEEM da Unidade Dona Aninha, Vila Brasilândia: da esquerda para direita: Jô, Tânia, Dolores e Renata

  

      Maria Angela, Thatiana e Renata                      Zaninotti e Clélia                            Clelia encantou ao piano

Recepção da festa dos 40 anos: Rodrigo e Silvana, ao fundo. Dolores, Efigênia e Fernanda, à frente.

  

                Lourival Grande                                   Zaninotti e Cristian                                           Efigênia e Ruy Gatto

Claudio, Francisco Colloca e Douglas Musset Bellini

Notícias
16 Anos. Viva o Lar Transitório! 30/08/2018
Inscrições Abertas. Vagas Limitadas! 30/08/2018
Edição eletrônica 23/07/2018
Grupo de Estudos - Inscrições Abertas 18/07/2018
Obras em Vila Brasilândia avançam! 16/07/2018
Ricardo Bernardes Ferreira retorna ao mundo espiritual 06/07/2018
Copa do Mundo e União dos Povos 27/06/2018
David Rechulsky Berezovsky retornou à pátria espiritual 20/06/2018
Curso de Auxiliar de Escritório 12/06/2018
Cursos de Costureira (o) e Modelista na Brasilândia 12/06/2018
108ª Distribuição Semestral na Brasilândia 11/06/2018
Obras na Unidade Brasilândia 25/05/2018
Encontro de Voluntários da Família Assistida 25/05/2018
Edição eletrônica disponível 25/05/2018
Mostre sua Vontade de Ajudar! 15/05/2018
Sucesso! 09/04/2018
Acesse a versão eletrônica 08/04/2018
De hoje a domingo, reflexões importantes no XII Ciclo de Palestras 04/04/2018
Palestras desta quarta-feira 04/04/2018
XII Ciclo de Palestras 03/04/2018
Participe! 30/03/2018
Nova diretoria do GEB 21/03/2018
Savério Latorre retornou à Pátria Espiritual 16/03/2018
Obras na Brasilândia avançam 13/03/2018
Cursos de Costureira(o) e Modelista na Brasilândia 12/03/2018
Mais de duas centenas de participantes 08/03/2018
Atualidade da casa e reflexões para o futuro 09/02/2018
Creche do GEB recebe material escolar da Prefeitura de São Paulo 07/02/2018
Primeira etapa de trabalho 30/01/2018
Começam as obras em Vila Brasilândia 17/01/2018
54 Anos do GEB 15/01/2018
Edição extra: 40 anos de COEEM 14/12/2017
307 Famílias Atendidas 10/12/2017
COEEM comemora 40 anos 08/12/2017
Criançada da EEIJ da Vila Brasilândia 06/12/2017
Edição Eletrônica 03/12/2017
Inscrições abertas 24/11/2017
Justa homenagem 09/10/2017
Lar Transitório comemora 15 anos 26/09/2017
O assunto é: depressão! 26/09/2017
Dialogando e aprendendo 25/09/2017
Destaques da edição 25/09/2017
Colabore! 20/09/2017
Vídeos das Palestras da Semana Espírita 2017 22/08/2017
Mocidade Espírita convida 11/08/2017
Edição eletrônica 04/08/2017
Nabor retorna à pátria espiritual 10/07/2017
Os números do GEB em 2016 28/06/2017
Doações fazem a diferença 11/06/2017
Edição eletrônica 25/05/2017
Participe! 03/05/2017
Imagens do Ciclo de Palestras 11/04/2017
XI Ciclo de Palestras Espíritas foi um sucesso 09/04/2017
Versão eletrônica disponível neste site 03/04/2017
Começa em Abril! 13/03/2017
160 anos de O Livro dos Espíritos 03/03/2017
53 anos de fundação 14/02/2017
GEB celebra 53 anos de fundação 12/01/2017
Fim do recesso. Retomamos todas as atividades da Casa 19/12/2016
Apresentações de Natal do Coral Interludio 18/12/2016
Inscrições para o Grupo de Estudos A Gênese 18/12/2016
Distribuição de Natal 11/12/2016
20 Anos de Batuíra Jornal 10/12/2016
Distribuição Semestral acontece neste domingo 07/12/2016
EEIJ: emoção no encerramento do ano letivo de 2016 07/12/2016
Nosso Projeto. Sua Obra 15/11/2016
Epístolas de Paulo à luz do Espiritismo 15/11/2016
Lar Transitório completa 14 anos de existência 19/10/2016
Para não se esquecer de Yvonne Pereira 19/10/2016
Destaques da edição 18/10/2016
Educação e Amor 18/10/2016
Colabore! 23/09/2016
Yvonne Pereira: uma heroína silenciosa 22/09/2016
Heloisa Pires no GEB 22/09/2016
Maria Pia retornou ao Mundo Espiritual. 25/08/2016
Batuíra Jornal 06/08/2016
Crianças da EEIJ visitam o Memorial Spartaco Ghilardi 26/06/2016
15 toneladas de alimentos são entregues aos assistidos do GEB na Brasilândia 12/06/2016
Memorial Spartaco Ghilardi: justa homenagem 25/05/2016
Nova edição do Batuíra Jornal 25/05/2016
45 anos distribuindo amor e caridade 10/05/2016
O Livro dos Médiuns – Inscrição Aberta 08/05/2016
104ª Distribuição Semestral: Expresse sua solidariedade! 01/05/2016
Gripe H1N1 - Previna-se! E evite a propagação da doença. 01/05/2016
Semeando amor e solidariedade! 10/04/2016
Ciclo de Palestras foi um sucesso. 10/04/2016
Edição eletrônica do Batuíra Jornal 08/04/2016
Além das fronteiras da Brasilândia 08/04/2016
Batuíra Jornal: edição eletrônica 10/02/2016
Unidade Brasilândia: encontros preparatórios para entrevista de emprego 28/01/2016
52 anos de atividades permanentes 11/01/2016
103ª Distribuição Semestral: Natal solidário para 344 famílias assistidas. 13/12/2015
Entrevistas para o Curso Básico de Espiritismo 29/11/2015
Edição eletrônica do Batuíra Jornal 25/11/2015
Participe da 103ª Distribuição de Natal na Brasilândia 15/11/2015
Grupo de Estudos A Gênese: Inscrições abertas 15/11/2015
Em uma tarde especial, Festiva faz sucesso! 05/10/2015
GEB publica Folder com novo modelo de gestão. 16/09/2015
Inscrições abertas para o grupo de estudos do livro O Céu e o Inferno 15/09/2015
Mutirão Jurídico na Brasilândia: Acesso à Justiça e Novos Voluntários. 11/09/2015
Reserve sua agenda: Domingo, 04 de Outubro, das 13 às 17 horas. 02/09/2015
Lar Transitório Batuíra: 13 anos de contínuo trabalho 31/08/2015
A celebração dos 150 anos da obra O Céu e o Inferno 27/08/2015
Batuíra Jornal de julho/agosto: Leia a versão eletrônica 18/08/2015
GEB realiza primeiro atendimento jurídico-fraterno externo 03/08/2015
Distribuição Semestral: Acolhimento e Amor ao Próximo. 23/06/2015
Unidade da Brasilândia recebe alunos do Curso Básico de Espiritismo 22/06/2015
Alimentos, roupas, cobertores e calçados para os assistidos do GEB em Vila Brasilândia. 14/06/2015
Novos grupos de estudos do livro "O Evangelho Segundo Espiritismo" 17/05/2015
Dentistas orientam crianças para adequada escovação de dentes 13/04/2015
Curso de Auxiliar de Escritório na Unidade Brasilândia 24/03/2015
Grupo de Estudos de O Livro dos Médiuns: Entrevistas 19/03/2015
Novos dirigentes do GEB para o triênio 2015/2018 18/03/2015
Curso de Teatro: Grupo Brasa Meninos de Brasilândia 02/03/2015
GEB recebe doação da SODEXO na campanha para o Dia Mundial da Alimentação 04/02/2015
Livro retrata a história do Grupo Espírita Batuíra 02/02/2015
Marlene Nobre retornou à pátria espiritual 05/01/2015
50 anos de estudo de O Livro dos Espíritos 22/12/2014
Distribuição de Natal: 309 famílias - 1893 pessoas atendidas. 14/12/2014
Assistidos do GEB recebem nova doação da Sodexo. 12/12/2014
101ª Distribuição Semestral: Ação de Natal Entre Amigos 10/11/2014
Curso de Iniciação à Informática é inaugurado em Vila Brasilândia 07/11/2014
Livro GEB 50 Anos de Mais Luz e concerto sinfônico no Theatro São Pedro 13/10/2014
Lar transitório completa 12 anos 26/09/2014
Unidade Brasilândia inaugura Dispensário de Medicamentos 26/09/2014
Assistidos aplaudem Mutirão de Orientação Jurídico na Brasilândia 26/09/2014
EEIJ: Crianças florescendo na escola presente 19/08/2014
Intercâmbio entre Casas Espíritas: Káritas e Batuíra se ajudam mutuamente. 04/08/2014
Doe Leite em Pó. As crianças da Brasilândia agradecem! 30/07/2014
Cursos profissionalizantes na Unidade da Brasilândia 08/07/2014
Inscrições abertas para o Curso de Informática e Auxiliar de Escritório na Unidade Brasilândia 03/07/2014
100ª Distribuição Semestral 08/06/2014
Centenário de nascimento de Spartaco Ghilardi 05/05/2014
A Água Pede Ajuda! 24/03/2014
Curso de Auxiliar de Escritório na Brasilândia 23/03/2014
GEB se confraterniza com casas espíritas vizinhas, em comemoração ao seu 50º aniversário de fundação. 05/02/2014
Inscrições abertas para curso de Educação Espírita Infantojuvenil 27/01/2014
GEB comemora 50 anos de fundação. 05/01/2014
Distribuição de Natal atendeu 301 famílias em Vila Brasilândia 09/12/2013
Cursos profissionalizantes da Brasilândia empregam 68% dos participantes. 19/11/2013
Festiva foi um sucesso! 07/10/2013
Mutirão Cidadão orientou comunidade na Unidade Brasilândia 02/08/2013
Batuíra Jornal Edição 100: Hora da Retrospectiva 31/07/2013
Therezinha Oliveira retornou ao Mundo Espiritual 29/07/2013
Festiva 2013: festa de congraçamento do GEB 26/07/2013
98ª Distribuição Semestral: nove toneladas de alimentos e quase 25 mil peças de roupas entregues. 10/06/2013
Cursos profissionalizantes gratuitos de modelagem industrial de blusas e costureira(o) na Unidade da Brasilândia. 10/06/2013
Curso gratuito para formação de auxiliar de escritório 10/06/2013
Mocidade comemora 40 anos de existência 10/06/2013
Doação online para a campanha Coração Solidário 24/05/2013
Doe cobertores e alimentos para 98º Distribuição Semestral 10/05/2013
Zita Ghilardi retornou à pátria espiritual 06/05/2013
Estudo do livro O Evangelho Segundo Espiritismo: inscrições abertas. 10/04/2013
Ciclo de Palestras Espíritas 04/04/2013
Mais uma Distribuição Semestral 04/04/2013
Palestras na Brasilândia 01/03/2013
Apolo Oliva Filho retorna à Pátria Espiritual 19/02/2013
Corte e Costura promove integração 08/02/2013
GEB: 49 anos de fidelidade à Doutrina Espírita 09/01/2013
Fim do ano de 2012 no GEB 28/11/2012
Notícias - Mais…